Marketing musical: todo músico precisa saber disso!

Se você é músico iniciante ou tem uma carreira musical consolidada já deve ter ouvido falar sobre marketing musical ou estratégia de marketing digital.

Principalmente após o início pandemia do corona vírus o mercado musical mudou bastante. De fato, quem estava acostumado a fazer shows presenciais e viajar muito, precisou se reinventar por causa da crise.

Você já reparou que o interesse pelo marketing digital cresceu, não é verdade? Então se você ainda não está se atualizando dentro do mercado digital, está perdendo tempo e de certa forma, está perdendo oportunidades.

Mas, não se desespere porque esse conteúdo faz parte da atualização que você precisa! Leia até o final e entenda mais sobre marketing musical!

O que é marketing musical

Marketing musical para novos artistas.

O conceito de marketing musical é simples, mas primeiro você precisa entender o que é marketing.

Philip Kotler explica que Marketing é um processo tanto administrativo quanto social pelo qual as pessoas obtêm o que desejam e necessitam através da geração de desejo, oferta e troca de produtos de valor.

Pensando em Marketing musical, posso dizer que é um processo tanto administrativo quanto social pelo qual pessoas obtêm o que desejam e necessitam, ou seja, adquirem produtos musicais.

Como profissional do Marketing estudo constantemente. Através de estudos, aprendi que marketing é marketing, entende? Falar de marketing digital, musical e outros é falar de variações de estratégias e segmentos.

Um artista cantor vende suas músicas, precisa se socializar, e se conectar com o público-alvo e assim cresce na sua carreira. Portanto, se você é músico precisa usar estratégia de marketing musical obrigatoriamente.

Como usar estratégias de marketing musical

Quando falo em estratégias de marketing musical penso em várias formas de atrair pessoas, despertar o interesse, desejo e em como fazer essas pessoas entrarem em ação.

De fato, essa ação deve ser uma visualização de um clipe, ouvir um single ou álbum nas plataformas digitais ou qualquer objetivo.

A maioria dos músicos não pensam no marketing, e isso é natural. Por isso, é comum profissionais do marketing prestarem acessória para músicos.

Independente se você é um músico renomado ou não, está na hora de utilizar estratégias de marketing musical!

Eu vou te ajudar nessa jornada!

Comece pela estratégia AIDA

O modelo AIDA é um modelo de estratégia usada por profissionais do marketing e publicitários focado no comportamento do consumidor. AIDA significa:

  • Attention (Atenção);
  • Interest (Interesse);
  • Desire (Desejo);
  • Action (Ação).

O modelo foi criado por Elmo Lewis, um profissional pioneiro na área de publicidade no Estados Unidos (EUA), Elmo atuou em meados do século XIX em 1899.

Elmo desejava melhorar o processo de vendas, então estudou o comportamento do consumidor. Contudo, só após alguns anos a teoria foi aprimorada e ficou conhecida como AIDA.

Atrair a atenção do prospecto, lead ou possível cliente, despertar o interesse, desejo e influenciar o consumidor a comprar, é a ação mais desejada pelo profissional vendedor.

Como aplicar o modelo AIDA no marketing musical? A resposta não é tão simples! No entanto, eu vou explicar da melhor maneira.

Daqui pra o fim do texto, tudo o que vou falar faz parte da estratégia AIDA, certamente você precisa de tudo isso para crescer na carreira musical.

Use Marketing de conteúdo

Marketing de conteúdo para músicos

Marketing de Conteúdo é uma estratégia de Marketing focada em engajar seu público-alvo e crescer sua rede de clientes e potenciais clientes por meio da criação de conteúdo relevante e valioso. (Rock Content).

Para criar e distribuir conteúdo de valor você precisa definir os canais de distribuição. Além disso, precisa planejar toda a estratégia de marketing.

Eu afirmo que não basta planejar, certamente, o resultado só é alcançado após aplicar todo o processo. Uma estratégia de marketing de conteúdo bem aplicada é capaz de tornar qualquer músico conhecido!

O Marketing de conteúdo é basicamente a criação de conteúdo de forma estratégica, distribuido em canais certos, como:

  • YouTube:
  • Blog/site:
  • Instagram, Facebook e redes sociais;
  • Dentre outros meios de divulgação de conteúdo.

E não podemos deixar de falar das plataformas de streaming de música.

Use Marketing Musical nas redes sociais (Social Media Marketing)

Posso falar que todo mundo sabe que as redes sociais são indispensáveis para empresas, não é verdade? Porém, muita gente não dá importância para isso e perde tempo nas redes sociais.

A maioria dos músicos erram no uso das redes sociais, além disso, esquecem que um músico ou artista profissional precisa ter mentalidade empreendedora

Use suas redes sociais como um profissional e não para compartilhar conteúdo aleatório e sem qualidade. Sua carreira musical precisa de gestão de redes sociais de qualidade.

Para começar a organizar suas redes sociais você precisa de:

  • Um calendário editorial;
  • Planejamento de conteúdo:
  • Ferramenta de agendamentos e controle de relatórios:
  • Gestão de anúncios.

Muitos detalhes, não é mesmo? De fato, o trabalho com marketing digital não é fácil, mas é necessário principalmente nos dias de hoje.

Quem segue estratégias corretas e conta com a ajuda de um consultor de marketing digital consegue atrair mais pessoas, aumentar o reconhecimento da marca e monetizar seu trabalho.

Falando de mercado e faturamento, sabemos que todo músico precisa ser remunerado por sua arte. Portanto, não negligencie o marketing digital.

Não caia na crítica de que o mercado só pensa em dinheiro, aliás, o dinheiro é necessário em todo mercado. E você musicista não pode deixar de atrair dinheiro na sua estratégia só porque alguém faz crítica destrutiva.

Isso acontece muito no “mercado musical gospel”, mas na verdade muita gente se engana pensando que a profissão músico não é lucrativa. Isso não precisa ser assim, pois, o marketing digital tem ajudado muitos profissionais a viver de música.

Aproveite as plataformas digitais de música

Spotify Streaming para músicos

Se você é um cantor ou cantora, ou artista instrumentista e ainda está preso na era da venda de CD está na hora de mudar isso!

Certamente, ainda dá para vender CD, mas as plataformas digitais estão dominando o mercado. Ao gravar sua música em formado de álbum ou single priorize a publicação nas plataformas, pois, esse é o local onde a maioria das pessoas estão ouvindo música.

Principais plataformas de distribuição de música

  • Spotify: que é serviço de streaming de música, podcast e vídeo, lançado em outubro de 2008. Essa é a plataforma mais popular no mundo, desenvolvida pela Spotify AB em Estocolmo, Suécia.
  • Deezer: esse é um serviço que foi lançado em 2007, disponível em mais de 180 países, o Deezer é muito utilizado no Brasil, pois, é bastante indicado pela TIM uma das maiores operadoras de telefonia nacional.
  • Apple Music: um serviço de streaming de músicas mantido pela Aple. Os usuários escolhem as músicas para serem enviadas por streaming em seu dispositivo, além de poderem ouvir rádio online e uma acessar uma plataforma de blog connect para artistas, onde artistas compartilham conteúdo com fãs.
  • YouTube Music: YouTube Music é uma plataforma de Streaming de música desenvolvida pelo youTube, os usuários podem navegar na plataforma através de vídeos e playlists.
  • Tidal: esse é um serviço de distribuição digital de música, em alguns países o Tidal é bastante conhecido por ter Jay-Z como um dos responsáveis pelo serviço de estreaming musical.

Com certeza algumas gravadoras estão acompanhando a transformação digital. Porém, muitos músicos ainda estão lutando e se adaptando a esse novo modelo de distribuição de música.

Utilizar os recursos das plataformas é uma ótima oportunidade, principalmente para novos artistas. Certamente, as plataformas são ótimos canais de distribuição em estratégias de marketing musical digital.

Faça anúncios e aumente seu público

Você já ouviu falar de anúncios na internet? No Marketing digital existe algo chamado tráfego. O tráfego é basicamente a atração de pessoas para um site, rede social ou qualquer outro local online.

Pensando nisso, se você está atraindo pessoas para um canal no YouTube você está gerando tráfego, entende? Mas existem dois tipos de tráfego que eu vou explicar agora:

  1. Trafego orgânico: esse tipo de tráfego é toda estratégia de atração de pessoas que não precisa de investimento financeiro. Por exemplo, ao postar algo no YouTube, Instagram, Facebook, Blog eu gero tráfego orgânico gratuitamente, por isso, esse modelo de tráfego é conhecido como “tráfego grátis”.
  2. Tráfego pago: esse tipo de tráfego é conhecido por mídia paga, ou seja, quando eu pago um valor para o Facebook mostrar um post para mais pessoas estou investindo dinheiro em tráfego pago. Assim como em todo anúncio onde pago uma quantia de dinheiro independente do local.

Portanto, se você investe dinheiro no Facebook Ads, YouTube Ads, Google Ads e outros… Você está comprando tráfego, ou seja, comprando visualizações e clicks em seus anúncios.

Tráfego pago ou orgânico: qual devo usar?

Essa pergunta é feita constantemente para mim! Como consultor de marketing digital eu costumo planejar estratégias completas.

Ao planejar a estratégia de marketing sempre utilizo os dois tráfegos. Contudo, isso depende da quantidade de dinheiro que disponibilizamos na empresa para investir em marketing.

Mas de forma geral, sempre recomendo usar anúncios pagos com sabedoria. De fato, nos dias de hoje está mais difícil alcançar pessoas somente com posts orgânicos.

Então, os anúncios são responsáveis pelo aumento de visualização, cliques, e até das vendas em casos necessários.

Não deixe de usar marketing digital

Marketing é uma ciência e existem muitos detalhes em uma estratégia bem-sucedida. Porém, não desanime porque existem duas formas de aplicar uma estratégia certa.

A primeira forma é estudando e aprendendo marketing digital e a outra é contratando um consultor para ter um planejamento e acompanhamento durante a aplicação de ações de marketing digital.

Muitos músicos tentam aprender, mas a carreira musical já possui grandes desafios! Tocar um instrumento, cantar, estudar teoria musical, tudo isso exige tempo e dedicação. E o tempo é um recurso escasso.

Portanto, fica difícil estudar tudo e aplicar em pouco tempo para ter resultados! Aliás, uma carreira musical pode levar anos para ser consolidada.

O Marketing digital ajuda na atração de pessoas, na conquista de fãs e muito mais! Mas é preciso dedicação, paciência e investimento de tempo e financeiro.

Caso você queira conhecer meus serviços de consultoria, chama no WhatsApp e eu vou te explicar detalhes.

Certamente, você não pode ficar sem uma estratégia de marketing, mas ela não pode ser qualquer estratégia!

“É mais importante adotar a estratégia correta do que buscar o lucro imediato" – Philip Kotler

Kenady Araujo

Kenady Araujo

Consultor de Marketing Digital, músico eterno estudante. Formando em Marketing pela UNICESUMAR, trabalha com gestão de marketing digital desde o ano de 2015, e atua em Home Office desde 2016, trabalhando e fazendo a diferença no marketing Digital Brasileiro.

Website: https://karaujo.com.br

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *